Pe de Xumbo logo
Língua:
A Associação

[ ± ] HISTÓRIA
A PédeXumbo, Associação para a Promoção da Música e Dança (PX), nasceu em 1998 para dar enquadramento legal à realização do Festival Andanças, criado em 1996 por um grupo de jovens portugueses. O trabalho da Associação pode dividir-se em duas etapas: antes e depois de 2007. Até 2007, a PX teve um crescimento imparável, dando a conhecer novas formas artísticas baseadas na prática do baile e de danças europeias, até aí desconhecidas em Portugal. Em simultâneo, foi promovendo a profissionalização de artistas e o aumento da oferta na área da dança tradicional em Portugal. A própria Associação profissionalizou-se, expandindo as suas atividades a todo o país, multiplicando festivais, formações e atividades lúdicas.  Em Évora, onde tem sede, foi possível desenvolver um trabalho mais aprofundado na vertente pedagógica. Para entender o âmbito da PX é preciso falar de danças do mundo, mas mantendo distância com o Revivalismo que aconteceu noutros países europeus: em Portugal o entrosamento, sobretudo com as culturas lusófonas, é muito forte, e a PédeXumbo salvaguardou esta riqueza. A partir de 2007, a PédeXumbo iniciou uma fase de fidelização do seu público, mas também de captação de novos públicos, com a edição de DVDs e livros sobre a dança tradicional e a programação de projetos musicais em estreia nacional. Mas foi sobretudo com as novas criações que a associação inovou. Usou a programação de festivais para propor novas produções artísticas, trabalhando o repertório coreográfico tradicional português, procurando ao mesmo tempo integrar a prática do baile em novos espaços culturais e cruzar as danças tradicionais com outras artes. Em vez de criar uma nova companhia de dança, investiu nas artes performativas, incluindo o público no seio da criação e mantendo assim o aspeto mais importante do baile: a participação de todos. Também a preocupação em registar as práticas coreográficas portuguesas, que acompanha a PédeXumbo desde o seu princípio, passou a traduzir-se de maneira diferente: inicialmente baseada na aprendizagem direta de danças tradicionais, a PédeXumbo passou a investir financeiramente em registos que pudessem alimentar as novas produções. Por sua vez, este investimento levou a associação a pensar em formas de rentabilizar e valorizar este Património Cultural Imaterial na Internet, aumentando a sua difusão. Relatórios de atividades e contas: 2010 | 2011 | 2012 | 2013 | 2014 | 2015
[ ± ] MISSÃO E OBJECTIVOS
A PédeXumbo trabalha desde 1998 na promoção da música e dança de raiz tradicional. Uma equipa profissional dedica-se à recuperação destas práticas culturais, através de registos, coproduções, criação artística, investigação, formação de formadores e ensino informal destinado a todas as idades. Mais do que perpetuar relíquias, a PédeXumbo propõe-se a reavivar hábitos sociais de viver a música, reproduzindo bailes tradicionais participados por novas gerações que vão beber em práticas antigas. No seu próprio espaço, em Évora, programa regularmente oficinas de dança, música, concertos, bailes e tertúlias para vários públicos. Organiza festivais em todo o país, tendo especial notoriedade o Andanças. Dinamiza aulas regulares de dança junto de escolas e jardins de infância, projetos comunitários de educação artística, e promove ações de formação que exploram diversas vertentes das danças de raiz tradicional. Contando com diversas parcerias internacionais, tem ainda um papel pioneiro na criação artística de novos formatos de baile, explorando conceitos de danças sociais, interatividade, ritual, criatividade, contemporaneidade,tradição. Dinamiza, em colaboração com instituições universitárias, um setor de investigação etnocoreológica, tendo editado diversos livros e documentários. Para ver o Plano de Atividades de 2016 clique aqui.  Planos de atividade de anos anteriores: 2010 | 2011 | 2012 | 2013 | 2014 | 2015 
[ ± ] CARTA DE COMPROMISSO
Acreditando que é possível contribuir para um mundo melhor e modos de vida mais sustentáveis, a Pédexumbo, enquanto agente sócio-cultural, assume o compromisso de assegurar uma atitude atenta e responsável em todas as suas atividades. Esta atitude assenta em quatro pilares – social, cultural, ambiental e económico –, e orienta-se pelos seguintes princípios práticos, que representam o nosso modo consciente de estar na vida:
  • Alegria, bem-estar, e celebração da vida
  • Ligação e respeito pela natureza
  • Cultura de comunicação e participação
  • Simplicidade e criatividade
  • Educação integral e desenvolvimento da consciência
  • Bom uso dos recursos e economia local
  • Redução da pegada ecológica
  • Cultura organizacional e modos de vida responsáveis
  • Responsabilidade social e desenvolvimento comunitário
  • Aldeia global multicultural
Descarregue o documento completo aqui.
< >
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Aguarde...
Loja Online
Livros, música, documentários
Entrar
Apoios: